Translator

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Log-In Belém é renomeado Angra Star.


Após um processo de negociação de Acordo Coletivo de
Trabalho criteriosamente conduzido pelo SINDMAR, o
representante dos oficiais e eletricistas mercantes
assinou um acordo com a Log Star. A empresa é uma joint
venture entre as companhias TBS e Log-In. O encontro
que selou o ACT aconteceu no dia 20 de julho, no Rio de
Janeiro.

Este acordo regularizou as condições laborais dos tripu-
lantes das três embarcações da Log-In, que passaram a
fazer parte da frota da Log Star. Os termos firmados
neste ACT foram embasados no acordo existente entre o
SINDMAR e a Log-In.

A nova companhia irá oferecer aos tripulantes destes
três navios a migração da Log-In para a Log Star. De
acordo com a nova empresa, esta transferência do quadro
de mar não acarretará em perdas remuneratórias e sociais
para a classe trabalhadora. Foi justamente isso que o
Diretor Financeiro da Log Star, Dalton Figueiredo Ribeiro,
disse.

A Log Star passará a operar os navios Log-In Belém, Log-In
Manaus e Log-In Macau, que são da Log-In. As embarcações
passarão a se chamar Angra Star, Jari Star e Recife Star,
respectivamente. O acordo entrou em vigor no dia 1º de
julho deste ano. A vigência é até 30 de junho de 2011.

O Log-in Belém já está fundeado na Baía de Guanabara com o
novo nome, porém ainda não temos informações de quando
passará a navegar.

Os três navios tem cerca de 16 anos, foram construídos pelo
estaleiro Emaq e já passaram por vários controles, como
Frotaoceânica, Docenave, Log-In e agora a Log Star, possuem
capacidade para aproximadamente 666 teus, e possívelmente
farão rotas de cabotagem transportando carga geral.



Foto: Victor Cadelina Jr. (Log-In Belém)
Postar um comentário