Translator

terça-feira, 20 de julho de 2010

Tempo abre, mas fila de navios na barra aumenta.

Depois de uma semana chuvosa, que afetou as operações nos
portos de Santos (SP) e de Paranaguá (PR), as atividades
nos terminais de açúcar estão sendo retomadas, mas ainda
há muitos navios à espera para embarcar. Os dois portos
têm juntos 74 embarcações na fila do açúcar, 14 a mais do
que na sexta-feira. Os desembarques de fertilizantes também
foram afetados. Há nos dois portos 25 navios à espera para
descarregar adubo.
A previsão é de tempo mais aberto nesta semana em Santos e
em Paranaguá, informou a Somar Meteorologia, o que deve
agilizar as operações. "A espera é de 14 dias para desembarcar
fertilizante", disse Luiz Teixeira, chefe de operações de
Paranaguá .
Até junho, o Brasil importou 5,9 milhões de toneladas do insumo,
ante os 3,3 milhões de toneladas de igual período de 2009. No
ano passado, havia muito estoque de adubo no país, por isso, a
importação foi menor no período. Ainda devem ser internalizadas
outras 7 milhões de toneladas até o fim do plantio desta safra,
segundo previsões da Associação Brasileira dos Misturadores do
Brasil (AMA).
Para a exportação de açúcar, a expectativa da União da Indústria
de Cana-de-Açúcar (Unica), é de volumes recordes. "O Brasil é o
único país com potencial para exportar grandes volumes, por isso,
a grande movimentação nos portos",

Fonte:Valor Econômico
Postar um comentário