Translator

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Estaleiro Mauá lança ao mar mais um navio da Transpetro.


Com a presença do presidente da República, Luiz Inácio
Lula da Silva, a Transpetro lançou ao mar nesta sexta-
feira, dia 19, no Estaleiro Mauá, em Niterói (RJ), o
terceiro navio do Programa de Modernização e Expansão
da Frota (Promef). O navio se destina ao transporte de
produtos derivados claros de petróleo: tem 183 metros
de comprimento – o equivalente a dois campos de futebol
e capacidade para 48,3 mil toneladas de porte bruto.

Batizado Sérgio Buarque de Holanda, em homenagem a um
dos maiores pensadores brasileiros, autor do clássico
“Raízes do Brasil”, o navio de atingiu um índice de
nacionalização de 68,8%, acima do patamar mínimo
estabelecido para a primeira fase do Promef, que é de
65%.

O navio teve como madrinha a biofarmacêutica cearense
Maria da Penha Maia Fernandes, cuja luta para combater
a violência doméstica contra as mulheres deu origem à
lei que leva seu nome.

A embarcação é a 200ª construída pelo Mauá, o primeiro
estaleiro brasileiro, erguido no Século XIX, na Ponta
d’Areia, em Niterói. Com a crise da indústria naval, o
estaleiro ficou 16 anos sem lançar ao mar um navio de
grande porte, hiato interrompido graças às encomendas
do Promef. O evento marca também a entrada do programa
da Transpetro em uma fase que se caracteriza por um
ritmo intenso de lançamentos e entregas de navios.

Em 2011, 6 navios serão lançados e 5 serão entregues
pelos estaleiros à Transpetro para início de operações.

Nesse contexto, fez parte da cerimônia desta sexta-feira
o batimento de quilha início da montagem) do terceiro
navio de produtos construído para a Transpetro pelo Mauá.

Até o início de 2015 estarão concluídos os 49 navios do
programa. Com isso, a frota da empresa, hoje com 52 navios,
superará o número de 100 embarcações, com um investimento
de R$ 10 bilhões.

Fonte: Transpetro
Postar um comentário