Translator

domingo, 27 de março de 2011

Breve raio-x da atual construção naval no Brasil


Muito se fala atualmente, principalmente oriunda
de propagandas governamentais sobre a renovação da
construção naval no país. É bem verdade que se
compararmos a situação atual com o início da década
passada notamos uma mudança, mas nada parecido com
o que tínhamos nas décadas de 70 e 80, não muito
considerável no que diz respeito a construção de navios
realmente.

Atualmente grande parte das embarcações em construção
no pais são de pequeno porte, principalmente para
utilização em apoio offshore e portuário, poucos são
os navios de fato, e estes serão na sua esmagadora
maioria de propriedade da Transpetro, ou seja, a nossa
atual construção naval não está voltada à armadores
particulares. Nossos armadores que atualmente são
controlados por empresas de fora do Brasil ou compram
navios usados ou encomendam de estaleiros estrangeiros,
principalmente asiáticos, e as poucas encomendas de
armadores internacionais por qui se limitam a navios
para a venezuelana PDV.

Pesquisando informações sobre os principais estaleiros
nacionais pudemos montar uma lista resumindo bem o que
teremos de embarcações construídas em nosso país nos
próximos 4 anos, levando-se em conta as encomendas e
navios já iniciados devemos ressaltar que esses prazos
nem sempre são cumpridos, e algumas encomendas podem
ser canceladas e outras surgirem nesse período.


Para o ano de 2011 temos a previsão de entrega de cerca
de 37 embarcações destas 16 rebocadores, 10 AHTSs, 2
porta-containers, 1 graneleiro e 8 navios tanque, ou
seja, navios de verdade são apenas 11, e que muito
provavelmente terão suas entregas adiadas. Estaleiros
asiáticos por exemplo constroem de forma simultânea em
cada um números muito mais expressivos que esse total
somando-se todos os principais estaleiros nacionais.

Dessas 37 embarcações previstas para esse ano, 5 já
foram lançadas e estão prestes a entrar em serviço,
16 ja estão em construção e as suas entregas dependem
da capacidade de cada estaleiro e do porte da embarcação,
e 16 ainda estão apenas sob encomenda.

Para o ano de 2012 os números são um pouco menores, mas
isso pode mudar com novas encomendas até lá. No total
temos 25 embarcações previstas sendo 2 rebocadores, 7
AHTSs, 2 porta-containers, 1 graneleiro e 13 navios
tanque. Desse total 5 deles já estão em construção.

A seguir, tabelas que ilustram melhor as previsões para
a construção naval brasileira, e o que está sendo
finalizado atualmente.

Aliança Niterói - RJ
Estaleiro Atlantico Sul SA - Ipojuca - PE


Detroit Brasil Ltda - Itajai - SC


Estaleiro Ilha S.A. (EISA) - Ilha do Governador - RJ


Estaleiro Maua SA - Niteroi - RJ
Estaleiro Navship Ltda - Navegantes - SC
Wilson & Sons S.A. - Guarujá - SP


STX Brazil Offshore SA - Niteroi - RJ




Texto: Rafael Ferreira Viva
Fotos: Internet (divulgação)
Postar um comentário