Translator

terça-feira, 1 de março de 2011

Mais de 20% da frota da Transpetro está parada.

Dos cerca de 50 navios que possui a Transpetro, 13 deles
estão fundeados ou atracados em algum lugar, a maioria
na Baía de Guanabara.

A pergunta é, qual seria o motivo? a idade média da frota?
a utilização de embarcações estrangeiras afretadas na
cabotagem? ou simples diminuíção no volume de serviços?

Realmente não sabemos de fato, mas é certo que já faz algum
tempo que observamos boa parte da frota da Transpetro ociosa,
com navios claramente descuidados e ultrapassados, se forem
comparados aos navios estrangeiros que estão sendo afretados
pela Petrobras.

Abaixo a lista de navios e seus locais de fundeio:

Bicas (Fundeado em São Sebastião desde 19.01.2011)
Brotas (Fundeado no Rio de Janeiro desde 04.02.2010)
Candiota (Atracado no estaleiro Renave desde 10.03.2009)
Caravelas (Atracado no estaleiro Renave desde 02.06.2009)
Carioca (Atracado no estaleiro Renave)
Diva (Fundeado no Rio de Janeiro desde 13.02.2011)
Itaituba
Itaperuna
Livramento (Fundeado no Rio de Janeiro desde 13.02.2011)
Pirajuí Fundeado no Rio de Janeiro desde 26.12.2010)
Potengi
Rodeio

Maisa (Retornando da China)
Norma (Docado em Shanghai)
Postar um comentário