Translator

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Costa Favolosa finaliza provas de mar

Docado em Trieste na Itália

O Costa Favolosa, novo navio da Costa Cruzeiros, acaba de completar
todos os testes necessários para obter autorização de navegação.

15º membro da frota da Costa, construído no estaleiro de Marghera
(Veneza) pela empresa de construção naval Fincantieri, O Favolosa
completou sua primeira travessia onde foram realizados testes para
checagem dos vários sistemas, equipamentos e maquinário.

Durante os testes no mar, o navio chegou à velocidade máxima de
mais de 23 nós ou 40 km/h. As manobras foram feitas por 8 horas
consecutivas para que fosse testada a resistência do navio. Durante
os procedimentos, também foi realizada uma parada abrupta em
velocidade máxima para avaliação dos sistemas de freio.

Na prova, conhecida como o "UMS", o Costa Favolosa navegou
por 6 horas seguidas utilizando energia automática e controles de
sistema de propulsão. Finalmente na última etapa de avaliação, o
navio passou pelo teste do “black out”, em que a energia é cortada
para saber se o navio funciona normalmente em momentos de falta
de energia.

Depois de se submeter à avaliação, o Costa Favolosa retornou ao
estaleiro de Marghera para finalização de acabamento interior e
todos os demais serviços.
Simulação da empresa

O Costa Favolosa será entregue no dia 30 de junho, enquanto a
cerimônia de apresentação acontecerá dois dias depois, em 2 de
julho, em Trieste. O evento será um tributo à Itália e trará aspectos
da identidade italiana, como a arte, a beleza, a música, algumas
personalidades e a história, por meio de uma experiência única na
Praça da Unità d´Italia, num espetáculo envolvendo o mar e o céu.

O Costa Favolosa (114.500 toneladas e capacidade para 3.800
hóspedes) será o maior navio com bandeira da Itália e um símbolo
da excelência italiana a navegar pelos mares do mundo. Trata-se de
um navio de 420 milhões de euros.

Seu irmão gêmeo, o Costa Fascinosa, a ser construído no estaleiro
de Marghera, está previsto para ser entregue em 2012. Ambos
fazem parte do programa de expansão da frota do grupo Costa no
valor de 9,6 bilhões de euros. Desde 2003 até 2012, a companhia
terá mais nove navios em operação.


Fonte: A Tribuna
Foto: Christian (Trieste)
Postar um comentário