Translator

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Wallenius terá guardas em navios que trafegam em áreas de risco

Diante do crescimento de ações piratas no Golfo de Aden e em rotas
ao leste da África, o armador sueco Wallenius Wilhelmsen Lines
tomou uma decisão defensiva: colocará guardas armados nos seus
navios que percorrem essas regiões, para protegê-los de qualquer
ataque.

A decisão foi tomada logo depois de o governo sueco elaborar um
estudo sobre a segurança dos navios que operam sob sua bandeira,
questionando se estes deveriam ou não incluir guardas armados em
seu corpo de funcionários.

A própria Wallenius realizou, então, um estudo sobre o mesmo tema
e constatou que seria mais prudente contratar funcionários de
segurança, equipados com rifles sniper, para proteger seus navios.

"Esse não é o tipo de desenvolvimento que gostaríamos de ver na
indústria, mas nos sentimentos, infelizmente, compelidos a agir dessa
maneira", afirmou o chefe de segurança marítima da companhia, Peter
Jordin. A Associação Sueca de Armadores apoia a decisão da
Wallenius, as quais estão de acordo com as diretrizes da IMO
(International Maritime Organization).


Fonte: Guiamarítimo
Postar um comentário