Translator

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Matéria especial: Visita à draga Mersey M.


Os blogs Shipssantos e Santosshiplovers tiveram a oportunidade de
fazer uma visita à draga Mersey M no último domingo em plena
operação e ainda fizemos um pequeno passeio até o ponto de fundeio
aguardar a abertura do canal de acesso interditado devido as
explosões da pedra do Teffé.

 A draga em operação na região da Alemoa
 Pás utilizadas na retirada do material a ser despejado

Vista do passadiço da embarcação e toda sua estrutura em operação

A embarcação afretada à Bandeirantes Dragagem, está operando
na construção do BTP (Brasil Terminal Portuário)¹ na região da
Alemoa em Santos.





O serviço atualmente consiste em aprofundar e "redesenhar" o local
para que sejam instalados ali os berços e todo o maquinário pesado
necessário para a operação do futuro terminal.


 Ao fundo terminal de líquidos da Alemoa


A draga Mersey M, de bandeira de São Vincente & Granadinas, é do
tipo Grab Hopper Dredger, que utiliza pás para a retirada do material
depositado no fundo do estuário e deposita em sua cisterna (porão)
para posterior despejo em mar aberto.


Operador de guindaste durante a operação de dragagem
 Material sendo despejado na cisterna da embarcação

O despejo é realizado através de duas portas no fundo da cisterna,
uma avante e outra à ré para o alijamento de todo o material
coletado. Tal abertura é feita separadamente e todo o processo não
ultrapassa 2 minutos, e totalizando 10 minutos para seu fechamento
e retorno da embarcação ao curso para início de outra operação.



 Deixando o BTP com destino a área de fundeio

A embarcação construída em 1981 pelo estaleiro escocês Robb
Caledon Shipbuilders Ltd. possui 2 propulsores Ruston, modelo
6ATCM, com duplo eixo, leme e hélice. A Mersey M pode alcançar
até 12,50 nós de velocidade final. Lançada inicialmente como
"Mersey Mariner" teve seu nome alterado para o atual em 2009.

Vista do cais do Saboó em Santos

 Passadiço com seus principais controles
Vista parcial do passadiço da embarcação

Com 78,69m de comprimento, 15,50m de boca, 5,501m de boca
e 2,764 dwt a "Mersey M" possui capacidade para até 1.900 m³.

No seu comando, o mestre de cabotagem Honório de Paiva Dias
Neto, com todo o seu profissionalismo, simpatia e paciência
recebeu nossa equipe e nos presenteou com essa experiência
incrível e todas as informações necessárias para finalizar essa
matéria.

 Acomodações internas da embarcação

 Refeitório da embarcação

A embarcação possui uma tripulação de 11 pessoas, sendo 2
comandantes, 1 chefe de máquinas, 2 auxiliares encarregados,
3 marinheiros de convés, 2 moços de convés e 1 cozinheiro. Fazem
parte de toda a estrutura ainda 1 eletricista, 1 mecânico, e 4
operadores de guindastes (não marítimos).

 Vista parcial da cozinha
Cabines da tripulação, apesar de pequena a embarcação é bastante
aconchegante


 Nossos agradecimentos à empresa Bandeirantes Dragagem por essa
oportunidade e nos autorizar a publicação deste post, ao comandante
Honório de Paiva Dias Neto, por toda sua gentileza, e principalmente
paciência, ao moço de convés Marcio por sua atenção, ao engenheiro
Leonardo que nos conduziou à embarcação e forneceu diversas
informações para estruturar a matéria e a toda a tripulação e
funcionários de apoio que realizam um trabalho de importância
ímpar não só à empresa como ao país, com uma obra desta grandeza.

 Monitoramente do calado e posição da draga com relação ao cais
Painel de controles manuais de portas operacionais da embarcação



(¹) - O BTP será um novo Terminal Portuário de contêineres e granéis
líquidos localizado na área do Porto Organizado de Santos, ocupando
uma superfície de 342.020,00 m² (trezentos e quarenta e dois mil e
vinte metros quadrados) na área denominada "lixão da Alemoa".

O Terminal, que deverá iniciar suas operações no primeiro semestre
de 2012 contará com três berços de atracação para navios de até 9.000
Teus. No local será também construída área de tancagem para granéis
líquidos e pátios para armazenagem de contêineres, além de escritórios
operacionais e demais facilidades usuais a instalações deste porte.
Postar um comentário