Translator

sábado, 28 de maio de 2011

Terminais Portuários Brasileiros

Devido a grande aceitação dessa nova galeria, além das atualizações
todas as quartas-feiras agora passaremos a publicar também aos
sábados, dando preferência as imagens de terminais pelo Brasil
enviadas por nossos amigos leitores.

E hoje o terminal em questão está localizado no porto catarinense
de Itajaí, é o APM Terminals situado na margem direita do rio
Itajaí-Açu, a cerca de 3,2km de sua foz.

Foto: Renan Raul

O terminal adquiriu 100% das ações do Teconvi-terminal de containers
do Vale do Itajaí em 2007, e desde então é responsável pela operação
portuária de cargas e containers em parte das instalações do porto de
Itajaí, arrendada em 2002.

A APM Terminals vem investindo continuamente na expansão da área
do Teconvi, no treinamento de seus funcionários, na aquisição de uma
moderna frota de equipamentos e de sistemas de última geração para o
agenciamento do terminal.

Foto: Divulgação

O terminal responde por 100% da movimentação de containers no porto
de Itajaí (não contando Navegantes). A operação de cargas é realizada
por quatro guindastes do tipo MHC (mobile harbor crane) e 2 portainers
pós-Panamax. A área de operação da empresa possui cerca de 180.000
m² e conta com 744 tomadas para containers reefers em área privada e
628 em área pública.

Vista aerea do terminal na parte de baixo da imagem

O porto de Itajaí possui quatro berços de atracação somando 1.035m de
comprimento e com 11,3m de calado, é o principal porto do estado, e
o segundo maior do país em movimentação de containers, atuando como
porto de exportação, escoando quase toda a produção do estado.

Os principais produtos exportados são madeira, pisos cerâmicos,açúcar,
máquinas, papel e fumo, e os principais produtos importados são trigo,
produtos químicos, motores, têxteis, papel e pisos cerâmicos.

Foto: Divulgação

16 armadores operam no terminal da APM, entre eles; Maersk, CSAV,
CMA CGM, Hamburg-Sud, CCNI, Hanjin, CSCL, UASC entre outros.



Agradecimentos especiais ao nosso leitor Luiz Fernando Nardes pela
colaboração ao post de hoje.
Postar um comentário